MOVIMENTOS SOCIAIS

Alunos da UFRN viajam rumo a BH para definir a luta estudantil

Saiu de Natal segunda, 12, à noite, a caravana dos estudantes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) em direção a Belo Horizonte, Minas Gerais. Cerca de 50 pessoas compõe a comissão que representará a Universidade no 55° Congresso da União Nacional dos Estudantes (Conune), que acontecerá na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e no estádio Mineirinho, do dia 14 à 18 de junho.

Eleitos por votação feita em todos os Campus da UFRN, 25 delegados terão poder de voto no congresso. No evento, serão definidos os rumos do movimento estudantil nacional pelos próximos dois anos e as agendas de lutas dos estudantes para democratizar o ensino em todas as Instituições de Ensino Superior (IES) do país. A eleição desses delegados aconteceu no dia 30 e 31 de maio e movimentou os campus da UFRN.

Do Departamento de Artes (Deart) ao Centro de Biociências (CB), cerca de 2500 estudantes participaram da eleição. Três chapas compuseram o pleito, que elege os delegados de forma proporcional aos votos recebidos por cada frente. A ENFRENTE!, chapa 01, obteve a maioria dos votos e, consequentemente, de delegados. 14 alunos farão parte do corpo eleitoral. A chapa 02 (Para ocupar e reconquistar a Une), elegeu 8; seguido da chapa 03 (Vai lutar ou vai temer?), com 3 delegados.

Dos mais variados cursos e campis, esses 25 delegados representam o caráter multifacetado da UFRN e levarão, para o Conune, as pautas definidas por plenárias feitas com a participação direta dos estudantes da universidade.

Dentre as exigências desses estudantes, como aponta Germano Freitas, estudante de Ciências Sociais, na UFRN, e membro do coletivo Kizomba, está a manifestação das amplas e precárias realidades, principalmente os das IEs particulares, com relação às políticas de permanência dos estudantes nas universidades, uma pauta amplamente abordada durante as plenárias e que será levada como tese para ser incluída como prioritária para a Une.

Uma das surpresas da eleição das chapas foi a maior participação eleitoral dos estudantes do Centro de Biociências (CB) da universidade. Para Julimar Freitas, do 7º período de Ciências Biológicas, um dos representantes do Centro Acadêmico (CA) de Biologia, uma das principais metas, na atual gestão do CA, é incluir os estudantes desse centro dentro das pautas políticas da universidade – geralmente concentradas no Setor I e II.

A participação de mais de 600 estudantes do CB, e pouco mais de 2500 em todos os campus da UFRN, indica os novos rumos tomados pela juventude em relação à conturbada conjuntura política do país e o descontentamento com a realidade acadêmica, que tanto afeta a vida desses alunos. 

O Conune

Acontece em Belo Horizonte, Minas Gerais, na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e no estádio Mineirinho, a 55° edição do Congresso da União Nacional dos Estudantes, o Conune. O evento será realizado do dia 14 ao dia 18.

A edição deste ano movimentará as IES de todo o país e será o maior encontro de estudantes da América Latina. Caravanas de todo o país estão rumo à Belo Horizonte. Do Rio Grande do Norte, Acre, São Paulo ao Rio Grande do Sul, a participação será imensa. Ao todo, são esperados, em média, 15.000 estudantes nessa edição.

Nesses quatro dias, os estudantes ficarão alojados dentro da própria UFMG e nas escolas públicas voluntárias e participarão de discussões ambientadas na temática da política e da educação, plenárias para definir os rumos da Une e programações culturais com artistas regionais e convidados de todo o país.

Este ano, em meio à conjuntura política da qual vive o Brasil, o congresso traz como uma das principais pautas o combate aos retrocessos do Governo do Michel Temer. É uníssono o grito de “Fora, Temer”. Para Germano Freitas, delegado da Kizomba pela UFRN, “o Conune traça metas e prioridades dos estudantes para o próximo período como forma de resistência e enfrentamento a tudo aquilo que está sendo apontado no cenário nacional como retrocesso na luta dos estudantes”.

O Conune terá uma programação composta por diversas atividades. Ao longo dos quatro dias, mesas-redondas, palestras e debates contarão com a participação de convidados especiais, como Fernando Haddad, ex-prefeito de São Paulo, Jandira Feghali, deputada federal pelo Rio de Janeiro e, inclusive, Amanda Gurgel, ex-vereadora de Natal. Eventos culturais também farão parte do Congresso, que contará com a participação de cantores, grupos e apresentações culturais.

Uma grande manifestação estudantil também está marcada. Na sexta, 16, acontecerá a passeata dos estudantes e o ato político “Minas pelas Diretas Já!” nas ruas de Belo Horizonte. 

A viagem 

1.jpg

Imagem: A empolgação fez parte de todo o trajeto dos estudantes da UFRN em direção ao 55º Conune (FOTO: Pedro Torres/Agência Fotec/CUCA da Une).

Saindo de Natal às 23h da segunda,12, cerca de 100 estudantes percorreram 2428 km, numa viagem que durou 42 horas. A chegada em Belo Horizonte, nos alojamentos, aconteceu na noite da quarta, 14.

No ônibus, não houve espaço para tristeza e o cansaço foi deixado de lado pela animação contagiante. As 42 horas de viagem não deixaram ninguém de cabeça para baixo.

Muita música, brincadeiras e discussões sobre os mais diversos assuntos fez parte de todo o trajeto, que incluiu, também, uma grande empolgação, seja de quem vai para o primeiro congresso ou quem já está acostumado com os eventos.